Sobre a Reforma Trabalhista

Instituto Maestro Wilson Fonseca recebe violinos em reversão do MPT

Escola de música de Santarém foi beneficiada com recursos provenientes de acordo judicial firmado entre Ministério Público do Trabalho e Mariza Indústria e Comércio da Amazônia

Um acordo judicial firmado entre o Ministério Público do Trabalho PA/AP (MPT) e a Mariza Indústria e Comércio da Amazônia reverteu R$ 11 mil para compra de 9 violinos ao Instituto Maestro Wilson Fonseca (IMWF) de Santarém. A conciliação foi estabelecida nos autos de uma ação de execução de Termo de Ajuste de Conduta (TAC), assinado em 2012 pela Mariza, no qual a fabricante de alimentos se comprometia a sanar irregularidades trabalhistas referentes a pagamento de salários e aviso de férias nos prazos legais.

O acordo previu o pagamento de R$ 200 mil pela empresa. Os valores foram destinados a várias instituições sem fins lucrativos, entre as quais a escola de música IMWF.

O instituto

OInstituto Maestro Wilson Fonseca (IMWF) temreconhecida utilidade pública em Santarém e no Estado do Pará de acordo com as leis nº 15.939, de 21/03/1997 e nº 8.017 de 27/06/2014. A instituição atende cerca de 1.000 alunos entre crianças, adolescentes, jovens e adultos, nos cursos de música, dança e teatro. Fundado como Escola de Música em 2 de agosto de 1993, o instituto passou a oferecer em 2010 cursos de dança e em 2013 cursos de teatro.

Em 2014, o IMWF implantou o curso Cordas para a formação da Orquestra Sinfônica Maestro Wilson Fonseca, cujos primeiros instrumentos (violino, viola, violoncelo e contrabaixo) foram cedidos pela Fundação Carlos Gomes, com quem o instituto mantém convêniohá24 anos.

Os 9 violinos adquiridos com os recursos revertidos pelo MPT são utilizados pelos músicos integrantes da orquestra, que hoje conta com 50 membros.

N° do Processo MPT: PAJ 000789.2012.08.000/0 - 09

 

Ministério Público do Trabalho
Assessoria de Comunicação
Com informações do IMWF

 

Imprimir